ATENÇÃO: Filhos com pais idosos que fazem ou precisam de fazer fisioterapia...

Dê Ao Seu Pai Ou à Sua Mãe a Reabilitação Mais Segura e Confortável Possível Com

Fisioterapia Especializada Ao Domicílio

Veja-o(a) Recuperar a Força e a Mobilidade No Conforto Da Própria Casa, Sem Se Preocupar Com Mais Nada a Não Ser Garantir Que Está Lá Alguém Para Nos Receber

Gabriela Fonseca | Fisioterapeuta e Responsável de Equipa

Caro leitor ou cara leitora,

 

Se tem um familiar idoso que precisa de cuidados após uma doença, cirurgia ou acidente, e quer vê-lo recuperar as suas capacidades de forma segura e confortável, então esta mensagem é para si.

O meu nome é Gabriela Fonseca.

 

Sou fisioterapeuta especializada em reabilitação para idosos e fundadora da clínica Prinovhelp, em Lisboa.

 

Há mais de 10 anos que ajudo pessoas idosas a viverem com menos dores e com mais qualidade de vida, através de sessões de fisioterapia que as ajudam a recuperar a força, a coordenação e a mobilidade. Algumas delas com doenças graves como Alzheimer, Parkinson ou AVC… outras a recuperar de cirurgias complicadas…  e outras tantas vítimas de quedas, acidentes ou de uma vida sedentária que as deixou bastante debilitadas.

 

Mas uma das coisas que mais me impressionou ao longo destes anos, foi o impacto brutal que isso causa na vida e na saúde dos seus familiares.

 

Porque, se é verdade que uma pessoa idosa pode ficar irreconhecível em poucos meses se não tiver uma reabilitação adequada…

 

…também é verdade que
não sofre sozinha…

 

Os seus familiares também sofrem, mas de uma forma tão invisível que passa despercebida à maioria das pessoas. 

 

Todos os anos testemunho – em primeira mão – como a vida de muitos filhos e filhas dá voltas de 360º quando os pais começam a precisar deles.

Muitos sacrificam a própria vida familiar, profissional e financeira, só para garantirem que os pais têm os melhores cuidados possíveis.

 

Em casos extremos, abdicam até da sua vida pessoal e dedicam-se inteiramente aos pais, vivendo soterrados pelo peso da responsabilidade que lhes caiu em cima. 

 

São eles que tratam de tudo:

 

Marcam consultas, falam com médicos, compram medicamentos, levam os pais aos tratamentos, às consultas, às análises. Fazem o papel de filhos… de companheiros… de cuidadores… de assistentes pessoais… de motoristas privados. Sentem-se exaustos… stressados… impacientes… escravos da fragilidade dos próprios pais… muitas vezes sem sequer receberem o reconhecimento que merecem pela sua dedicação e sacrifício.

 

E a continuarem assim…

 

 

Arriscam a Sua Própria Saúde

 

 

As estatísticas são assustadoras:

 

Em 2017 um estudo indicou que entre 26% a 57% dos cuidadores sofre de depressão relacionada com o stress a que estão sujeitos.

 

Muitos nem se apercebem até baterem no fundo.

 

O organismo adapta-se à pressão e deixa-os em piloto automático, mas os sintomas manifestam-se de outras formas… através de sensações de angústia… tensão alta… insónias… problemas digestivos… irritabilidade… cansaço extremo… e muito mais…

 

Tudo porque, querer o melhor para os seus pais, tem um custo avultado…

 

 

…e não estou a falar do custo financeiro…

 

Estou a falar do desgaste mental que isso lhe causa.

 

É uma sobrecarga física, mental e emocional gigante, principalmente para quem tem muitas outras coisas a acontecerem na sua vida.

 

E aí…

 

“A Fisioterapia ao Domicílio é como um balão de oxigénio para quem está soterrado debaixo de uma montanha de responsabilidades”

 

Sendo 100% sincera…

 

Existem – literalmente – zero razões para sair de casa e deslocar-se com o seu pai ou com a sua mãe até uma clínica só para fazer fisioterapia.

 

Isto porque não há nada que os seus pais façam em clínica que não possam fazer em casa – desde que tenham a ajuda de um, ou de uma fisioterapeuta especializada.

 

E digo-o apesar de ter a minha própria clínica de fisioterapia.

 

  1. Não vai receber um melhor tratamento por isso: a fisioterapia em casa pode ser tão boa como a fisioterapia em clínica se o(a) fisioterapeuta souber o que está a fazer. Não é por levar o seu pai ou a sua mãe à clínica que os resultados vão ser melhores
  2. Ir à clínica é mais perigoso para os seus pais: sempre que uma pessoa com pouca mobilidade sai de casa, está sujeita a quedas, acidentes, problemas de deslocação e outras situações incontroláveis. Levar os seus pais regularmente à clínica aumenta a probabilidade dessas situações perigosas acontecerem e põe em risco a vida e a saúde do seu pai ou da sua mãe
  3. Desperdiça horas da sua vida desnecessariamente: se somar todas as horas que desperdiça no trânsito só para levar e trazer o seu pai ou a sua mãe da fisioterapia, vai ver que é tempo que já não recupera e que podia aproveitar de outra maneira se a reabilitação fosse feita em casa
  4. Gasta tanto, ou mais, dinheiro em clínica: entre gasolina, parquímetros, portagens, o desgaste do carro e outras despesas extra, ir (e vir) regularmente à clínica pode sair-lhe ainda mais caro do que contratar um serviço ao domicílio
  5. Vive uma vida muito mais stressante e aborrecida: não só tem de enfrentar o trânsito e o caos da cidade, como também terá de lidar com as longas e entediantes horas na sala de espera até que a sessão de fisioterapia acabe. Depois volta para casa só para repetir tudo outra vez, noutro dia
 
Não faz sentido – não em fisioterapia. Muito menos quando tem a alternativa de receber essa ajuda em casa.

E é por isso que a fisioterapia ao domicílio é a opção certa nestes casos.

Permite-lhe diminuir o stress, as preocupações e a responsabilidade com que vive todos os dias. Permite-lhe parar um pouco. Permite-lhe viver umas horas sem ser a correr com os seus pais de um lado para o outro. Ao mesmo tempo, permite-lhe dar a reabilitação adequada ao seu pai ou à sua mãe.

Não só estará a ajudá-los a recuperarem num ambiente familiar, seguro e confortável, como também…

 

Está a ajudar-se a si mesmo!

 

Ao fazê-lo, está a permitir-se ser um melhor filho, uma melhor filha, um melhor marido ou uma melhor esposa.

 

Porquê?

 

Porque ao tirar mais tempo para si, para descansar e para se afastar por uns momentos do stress e das preocupações de ser cuidador, consegue revitalizar a sua energia e o seu foco para estar mais presente e disponível quando os seus pais realmente precisarem.

 

A sua vida torna-se mais prática e menos stressante, e a reabilitação dos seus pais torna-se mais cómoda, mais segura, e igualmente eficaz.

 

Um cenário onde todos saem a ganhar…

 

Dito isto…

 

Se procura fisioterapeutas experientes e especializados, que possam ajudar a si e à sua família sem que tenha de sair de casa…

 

Apresento-lhe

O Nosso Serviço De
Fisioterapia Ao Domicílio

 

Com o nosso serviço de fisioterapia ao domicílio o seu pai ou a sua mãe vão receber o acompanhamento que precisam no conforto da própria casa, sem que tenha de andar com eles de um lado para o outro.

 

Durante todo o processo de reabilitação, o seu familiar será apoiado e acompanhado por um dos nossos fisioterapeutas, que irá criar um plano de reabilitação para a situação específica do seu pai ou da sua mãe.

 

Esse plano irá ajudá-los a (1) recuperarem a força, a energia e a mobilidade, (2) será totalmente adaptado às características da casa (3) será totalmente adaptado às necessidades do seu pai ou da sua mãe para que a reabilitação seja feita da forma mais confortável e eficaz possível.

 

É um serviço ideal para:

 

  • Pessoas em recuperação pós-AVC: se o seu familiar ficou com sequelas após um AVC, como perda de força, dificuldade em andar ou falar, perdas de memória, ou dificuldade em compreender coisas simples ou reconhecer objectos comuns, nós criamos um plano de reabilitação para que recupere as capacidades e funcionalidades afectadas pela doença.

    Nestes casos, quanto mais rápido agir, maior a probabilidade de recuperar totalmente.
  • Pessoas em pós-Cirurgia: se tem um familiar que fez uma operação delicada, como prótese da anca ou do joelho, uma fratura, ou que esteve muito tempo acamado e precisa de reaver as suas capacidades físicas e funcionais, vamos criar um plano de reabilitação próprio para que ele volte a ter a autonomia e independência que tinha anteriormente.
  • Pessoas Com Doenças Neurológicas: caso o seu pai ou a sua mãe tenham sido diagnosticados com Parkinson, Alzheimer, ou outra doença neurológica, pode contar connosco para o(a) ajudarmos a manter e prolongar a sua autonomia e qualidade de vida.

    Toda a minha equipa tem formação (e experiência) em trabalhar com doentes neurológicos, ajudando-os a manterem as suas capacidades físicas e cognitivas durante muitos e bons anos.
  • Idosos Debilitados Por Sedentarismo: muitas pessoas idosas não têm “problemas de maior”, mas tornaram-se tão inativas e sedentárias que ficaram debilitadas ao ponto de terem medo de sair de casa para fazerem as suas coisas.

    Se tem um familiar nesta situação, nós podemos criar um plano de fisioterapia próprio para que ele recupere as suas capacidades físicas e a sua independência, e deixe de depender de si ou de outra pessoa para sobreviver.

Nota: Estes são apenas alguns exemplos do tipo de pessoas que podemos ajudar. No entanto, há muitas outras pessoas, cuja situação clínica não está incluída nestes exemplos, que podem beneficiar da ajuda e acompanhamento dos nossos fisioterapeutas e dos nossos planos de reabilitação.

 

 

Se for esse o seu caso contacte-nos para sabermos de que forma podemos ajudar.

 

Como Funciona o Nosso Serviço?

 

O nosso serviço de fisioterapia ao domicílio divide-se em 3 passos simples:

 

Passo #1 – Agendamento da sessão de descoberta

 

Quando nos contactar, a primeira coisa que vamos fazer é encontrar uma data e uma hora viável para agendarmos a 1ª sessão de avaliação.

 

Esta sessão é essencial para avaliarmos o estado de saúde em que o seu pai ou a sua mãe se encontram, e percebermos quais são as suas necessidades de reabilitação. Isto permite-nos compreender que tipo de intervenção o seu familiar precisa, e ajuda-nos a traçar um plano de fisioterapia adequado para ele.

 

Nesta fase, procuramos agendar a avaliação para 2 ou 3 dias após o seu contacto, para que não espere demasiado tempo até iniciar o processo de fisioterapia.

 

E a razão é simples…

 

Quanto mais rápida for a intervenção, melhores serão os resultados.

 

Passo #2 – O Dia da 1ª sessão

 

No dia da avaliação, à hora marcada, vai ouvir a campainha de casa.

 

À porta estará o(a) nosso(a) fisioterapeuta, com um sorriso na cara e tudo o que for necessário para, durante uma hora, trabalhar com o seu familiar e fazer um diagnóstico fisioterapêutico.

 

O grande objetivo desta 1ª sessão é identificar os problemas e as alterações físicas do seu pai ou da sua mãe, para percebermos qual é a intervenção certa para o(a) ajudar.

 

Vamos também perceber quais são as suas expectativas e as expectativas do seu familiar, assim como os objectivos que têm para a reabilitação.

 

Depois, damos-lhe uma opinião honesta, realista e transparente sobre a situação do seu pai, ou da sua mãe, para a partir daí definirmos em conjunto os objectivos (realistas) de reabilitação.

 

É importante para todos (para si, para o seu familiar, e para nós) estarmos em sintonia, porque só assim conseguimos traçar um plano de reabilitação adequado e estabelecer o número de sessões semanais necessárias para alcançarmos os objectivos da fisioterapia.

 

Passo #3 – As sessões de reabilitação

 

Se depois da avaliação gostar do nosso trabalho e decidir avançar connosco, então agendamos os dias e as horas para as sessões de reabilitação.

 

Esses dias vão depender sempre do número de sessões semanais, mas serão dias fixos (p.ex. todas as 3ªs e 6ªs às 15h30).

 

Isto torna a reabilitação mais eficaz porque será feita de forma regular, coisa que nem sempre acontece em clínica, mas também vai tornar a sua vida muito mais prática porque permite-lhe organizá-la em torno desses dias fixos… ou seja… não vai ter de ficar à espera de saber quando é que são as próximas sessões para conseguir organizar a sua vida.

 

Não.

 

As sessões são fixas, e a partir daí pode organizar a sua vida de forma mais prática.

 

 

…3 Coisas Que NÃO Deve Esperar De Nós…

 

Antes de decidir contactar-nos ou se somos ou não as pessoas certas para ajudar, quero deixar bem claras algumas coisas que NÃO deve esperar…

 

…nem de mim…

 

…nem da minha equipa…

 

…nem da minha clínica…

 

#1 – NÃO vai receber em casa um “especialista” que ninguém conhece

 

Um dos grandes problemas desta área, é que muitas empresas de fisioterapia ao domicílio não têm uma equipa fixa.

 

Na verdade, algumas delas mal conhecem os terapeutas com quem trabalham.

 

No fundo, são empresas que recebem o seu dinheiro e encaminham o seu pedido para fisioterapeutas freelancers com quem elas “trabalham” mas que as próprias nunca viram, ou com quem só falaram numa breve entrevista.

 

Como se não bastasse, o processo de selecção dessas empresas é quase uma formalidade – entrevistas sem critérios que garantam a qualidade do serviço, a competência do fisioterapeuta ou a segurança dos clientes.

 

E não digo isto para denegrir nenhuma empresa em particular.

 

Digo-o porque, durante a minha carreira fui entrevistada por várias dessas empresas e vi com os meus próprios olhos a facilidade com que elas aceitam “especialistas” sem aprofundarem muito os seus critérios de escolha.

 

Posso garantir-lhe que isso não acontece na minha clínica.

 

Na Prinovhelp, os nossos terapeutas e fisioterapeutas pertencem à nossa equipa interna.

 

NÃO são terapeutas de “lista telefónica” que tenho sempre à mão para contactar quando me dá jeito, conforme os pedidos.

 

Não.

 

São a minha equipa.

 

São todos profissionais certificados que passaram por um processo de selecção minucioso que me garante que são experientes, simpáticos e competentes para representarem a minha clínica e servirem os meus clientes. Até porque prefiro ter uma equipa pequena que me garanta um serviço de qualidade, do que ter uma equipa género “lista telefónica” de fisioterapeutas que eu mal conheço só para ter mais clientes e fazer mais dinheiro.

 

Se trabalhar connosco, garanto-lhe que recebe um fisioterapeuta que faz parte da minha equipa, que sabe o que está a fazer e que “carrega” o meu nome e a minha reputação com ele.

 

#2 – O seu familiar NÃO será acompanhado por uma cara nova todas as semanas

 

Há pessoas, que contratam serviços de fisioterapia ao domicílio, a quem todas as semanas ou todos os meses lhes entra um fisioterapeuta novo pela casa dentro. É como se as empresas para quem esses fisioterapeutas trabalham os escolhessem por sorteio semanal.

 

Todas as semanas pode calhar-lhe alguém que não conhece, em quem não confia e que nunca viu.

 

Isto não significa que seja, obrigatoriamente, um mau profissional.

 

Mas é definitivamente mau para a reabilitação do seu pai ou da sua mãe (ou de qualquer outra pessoa).

 

Porquê?

 

Porque a relação entre o fisioterapeuta e o seu familiar é essencial para que a reabilitação tenha os melhores resultados. É essencial que essa relação seja harmoniosa, de confiança e de apoio.

 

Que se conheçam mutuamente.

 

E se a cada semana ou a cada mês o seu pai ou a sua mãe receberem um fisioterapeuta novo, que não conhecem e com quem não têm nenhum tipo de relação, estarão a dar um passo em frente e dois atrás.

 

É quase como recomeçar a reabilitação do zero.

 

Não há intimidade, não há confiança, não há conhecimento mútuo nem harmonia suficiente para tirar o melhor partido da personalidade e do carácter do seu pai ou da sua mãe, e utilizar esse conhecimento para obter os melhores resultados com as sessões de fisioterapia.

 

É por isso que nós lhe atribuímos um – ou uma – fisioterapeuta da nossa equipa, e essa pessoa ficará responsável por acompanhar o seu pai ou a sua mãe durante toda a reabilitação.

 

(normalmente é a pessoa que faz a sessão de avaliação)

 

Claro que a nossa equipa estará sempre informada sobre a situação específica dos seus pais, e preparada para substituir o responsável caso seja necessário. Mas isso só acontecerá em casos muito excepcionais – como em caso de férias, doença ou baixa médica do fisioterapeuta.

 

Tirando essas situações excepcionais, o seu familiar será sempre acompanhado pela mesma pessoa, e não por uma pessoa nova sempre que “o sorteio ditar”.

 

#3 – NÃO vai deixar entrar pessoas preguiçosas… desonestas… ou indiferentes na casa dos seus pais

 

Trabalhando há mais de 10 anos como fisioterapeuta, pode imaginar a quantidade de “histórias de horror” que já ouvi.

 

Principalmente sobre serviços domiciliários.

 

Desde fisioterapeutas que passam mais tempo nas redes sociais a enviar mensagens e a ver vídeos de gatinhos do que a trabalhar na reabilitação das pessoas… como se fossem à casa dos seus pais só picar-o-ponto

 

… a relatos sobre profissionais de apoio domiciliário que “pedem dinheiro emprestado” aos idosos…

 

… a objetos que desaparecem “misteriosamente”…

 

… a histórias sobre a indiferença, a rispidez e indelicadeza com que as pessoas idosas são tratadas…

 

… enfim…

 

Histórias que nem vale a pena aprofundar.

 

O que lhe posso garantir é que ninguém da nossa equipa lhe dará motivos para ter histórias dessas.

 

Como referi anteriormente, os fisioterapeutas da minha equipa são seleccionados por serem pessoas competentes, trabalhadoras e de confiança, que representam os valores e a qualidade que eu quero para a Prinovhelp. Porque, caso contrário, NÃO é só a saúde e segurança dos seus pais que está em causa.

 

É também a minha reputação e a reputação da minha clínica.

 

A confiança que depositam em nós é inegociável para mim, e isso…

 

…está explícito nas palavras
dos nossos clientes…


Graças a Deus Que a Prinovhelp existe
1º – Tanto eu como a minha mãe gostamos muito da Carolina.

2º – Ela tem umas mãos milagrosas!!! Tocou em algum local na zona lombar/ciática que atenuou imenso a dor.

3º – Embora com muitas dores ainda, a minha mãe já consegue andar.

 

Muito obrigada” – Cristina Alves

 

Com as qualidades técnicas e humanas, os profissionais que ao longo dos últimos anos seguem a minha mulher, têm permitido que os sintomas desta doença de Parkinson não tenham sido tão arrasadores. Com o reconhecimento pela dedicação demonstrada, apresentamos os nossos agradecimentosJoaquim Silva

 

Conheci esta equipa de reabilitação clínica há cerca de 2 anos e fiquei muito bem impressionado pela sua juventude associada a um elevado grau de profissionalismo bem focado no doente/cliente. Espero que continuem mantendo e superando os níveis entretanto alcançadosJoão Martins


Como pode ver, o profissionalismo, seriedade e qualidade dos nossos serviços é algo inegociável para mim…

 

E se for essa seriedade e essa competência que procura num serviço de fisioterapia ao domicílio e, assim como estes nossos clientes, também quiser a nossa ajuda, então…

 

Marque Já a 1ª Consulta De Avaliação

 

e Dê Aos Seus Pais…

 

  1. A oportunidade de recuperarem no conforto, segurança e comodidade da própria casa, em vez de recuperarem num  sítio estranho com um ambiente clínico e intimidador que os relembra constantemente da sua mortalidade 
  2. A oportunidade de terem um plano de reabilitação específico, com exercícios exigentes, criativos e motivadores para garantir que eles recuperam o máximo das suas capacidades

     

  3. A oportunidade de serem acompanhados por um(a) fisioterapeuta experiente, competente e certificado que os vai apoiar e dar-lhes o conhecimento e as ferramentas para viverem com mais qualidade e saberem evitar perigos como quedas e acidentes
  4. A vontade e a esperança de voltarem a ser fortes, capazes e independentes como eram antes, e a crença de que podem viver com menos dores e uma maior qualidade e independência
  5. A prova de que terão sempre o seu apoio, até nos momentos mais frágeis e delicados das suas vidas. Muitas vezes as pessoas idosas podem até ser ingratas ou indelicadas com os filhos, principalmente nas fases mais frágeis das suas vidas. No entanto, saberem que está lá sempre para os apoiar pode ser a motivação extra que precisam para recuperarem e saberem que não estão sozinhos nesta luta. 

E pode dar-lhes tudo isto…

 

SEM precisar de andar de um lado para o outro a fazer de motorista do seu pai ou da sua mãe – o stress do trânsito e das deslocações fica para nós…

 

SEM precisar de desperdiçar tempo que já não recupera, em aborrecidas salas de espera – na verdade poderá fazer o que bem quiser durante a sessão de fisioterapia. Não precisa sequer de estar presente desde que esteja alguém em casa para nos abrir a porta…

 

SEM precisar de se preocupar em comprar material para que a fisioterapia seja feita em casa – o nosso ou a nossa fisioterapeuta levarão todo o material necessário, e se for preciso até adaptam a divisão da casa para os exercícios de fisioterapia. Não tem de se preocupar com isso…

 

SEM precisar de gastar mais dinheiro para dar uma fisioterapia adequada aos seus pais – se alguma coisa, entre as deslocações, gasolina, desgaste do carro, portagens e parquímetros, ainda vai poupar dinheiro. Além disso, a partir do momento em que o seu pai ou a sua mãe começarem a recuperar as suas capacidades, também irá precisar de menos serviços de apoio, o que poderá significar mais dinheiro em carteira…

 

SEM o desgaste, a preocupação e a “pressão do cuidador” que corrói aos poucos a sua saúde física e mental sem que ninguém se aperceba – As sessões de fisioterapia em casa, dão-lhe tempo precioso e revitalizador para se poder afastar um pouco dessa responsabilidade e desse desgaste mental constante.

 

Para isso…

Basta Ligar Para o 933 028 449 e
Marcar Já a Primeira Consulta

 

Neste momento, a consulta de avaliação ainda está a 60€. Isto inclui a deslocação do(a) fisioterapeuta, uma sessão com cerca de 1 hora onde fazemos um diagnóstico fisioterapêutico especializado, definimos os objectivos, o número de sessões necessárias, e traçamos um plano de reabilitação específico para o seu pai ou para a sua mãe.

 

Depois, se decidir avançar connosco, então cada sessão de fisioterapia no domicílio passa a custar 50€.

 

O fisioterapeuta levará SEMPRE o material necessário para cada sessão e por isso não tem de se preocupar com nada a não ser garantir que está lá alguém o receber.

 

Mas Atenção:

 

Estes valores são os preços atuais para o nosso serviço ao domicílio. 

Em breve deverão ser actualizados e provavelmente vamos aumentá-los em 20 ou 30 euros para manter a qualidade do serviço e lidar com o aumento da procura.

 

No entanto esse aumento só será sentido pelos novos clientes, ou seja, os clientes que, por essa altura, já estiverem connosco beneficiarão de estatuto “VIP” e continuarão a pagar os mesmos valores que pagam atualmente.

 

Por isso, se quiser trabalhar connosco e evitar a subida no preço da avaliação e da fisioterapia, não demore muito a contactar-nos.

 

Ligue já para o 933 028 449 e
conquiste o estatuto de “cliente VIP”

 

Isso garante-lhe que ficará a pagar – para sempre – os 50€ por cada sessão ao domicílio, em vez dos 70 ou 80 euros que os futuros clientes terão de pagar quando atualizarmos os nossos valores.

 

Uma Última Questão Importante Antes De Decidir Contactar-nos

 

O nosso propósito – enquanto clínica e fisioterapeutas – é garantir que todas as pessoas com quem trabalhamos, mantêm ou recuperam o máximo das suas capacidades físicas e cognitivas (dependendo dos casos).

 

Para que isso seja possível, é essencial mantermos uma espécie de “regularidade-militar” na reabilitação. Isto significa que a data e a hora da reabilitação são prioridade…

 

…na nossa… na sua… e na vida dos seus pais.

 

Significa também que não existirão desculpas de última hora para evitar a fisioterapia, porque só assim conseguiremos ajudar o seu pai ou a sua mãe a recuperarem as suas capacidades. 

 

Caso contrário, se saltarmos constantemente as sessões de reabilitação e encontrarmos desculpas para não as fazermos… os resultados nunca irão aparecer.

 

E nesse caso nós não seremos as pessoas indicadas para ajudar.

 

Tenho a certeza que existirão muitas outras clínicas e profissionais que terão todo o gosto em trabalhar consigo nesses moldes, e que não se importarão com o número de sessões que o seu pai ou a sua mãe falhem.

 

Esse não é o nosso caso.

 

A regularidade é essencial na fisioterapia, e por isso, se decidir avançar connosco, deve garantir-nos esse compromisso.

 

Precisamos de saber que, a partir do momento em que traçamos um plano de reabilitação para o seu pai ou para a sua mãe, esse plano será cumprido. Que não será o tipo de pessoa que nos vai ligar à última da hora a desmarcar a sessão de fisioterapia, só porque o seu pai acordou mal humorado porque o concorrente do Preço Certo errou o valor da montra final no dia anterior, ou só porque a cabeleireira da sua mãe lhe ligou a dizer que tinha vaga para 5 horas depois da sessão de fisioterapia e que assim “já não dá” e é melhor “reagendar” para outro dia.

 

Se quiser trabalhar connosco… se quiser que o seu pai ou a sua mãe recuperem… se quiser que a fisioterapia tenha resultados…

 

…o plano de reabilitação tem de ser prioridade…

 

… e a hora de fisioterapia só é desmarcada em situações muito excepcionais.

 

Se esta exigência lhe parece óbvia ou desnecessária, óptimo.

 

É porque, muito provavelmente, é o(a) cliente com quem gostamos de trabalhar.

 

E nesse caso…

 

Ligue já para o 933 028 449 e
Agende a Consulta de Avaliação

 

Cumprimentos,

Gabriela Fonseca

 

P.S. 

 

Durante vários anos não fazia domicílios – só aceitava clientes em clínica. 

 

Quando me apercebi que levarem os pais… 2… 3… ou 4 vezes por semana à fisioterapia era um sacrifício enorme para a maioria dos meus clientes, alarguei os serviços da Prinovhelp também às suas casas.

 

Hoje, não só ajudamos os nossos próprios clientes, como também somos sub-contratados para cuidar e reabilitar clientes de outras empresas ligadas à saúde e aos cuidados domiciliários, algumas de grande renome no mercado (que por motivos óbvios não vou dizer quais são).

 

Seja como for, para muitos dos nossos clientes foi a melhor decisão que tomámos, porque tornou a sua vida muito mais prática.

 

Mas para mim enquanto empresária, significa que tenho de gerir a minha equipa, e os meus clientes, tanto na clínica como fora dela.

 

E dado que trabalho com uma equipa interna em quem confio – e não com uma equipa género “lista telefónica” a quem posso recorrer sempre que há pedidos mesmo que não conheça as pessoas – isso faz com que a nossa disponibilidade seja cada vez mais limitada. quantos mais clientes nos procuram.

 

Mais ainda com o aumento de pedidos por parte dessas empresas parceiras.

 

Neste momento ainda temos algumas vagas para receber novos clientes – não sabemos até quando.

 

Por isso, se quiser a nossa ajuda, e além disso, se quiser ainda usufruir dos valores atuais (60€ avaliação, 50€ p/sessão) antes que eles aumentem, não demore muito a contactar-nos. 

 

Caso contrário, se quando o fizer já não tivermos vagas, o máximo que podemos fazer é deixá-lo(a) em lista de espera até abrir uma vaga para si.

 

Se quiser evitar esse cenário e garantir já a sua vaga, pode contactar-nos para o 933 028 449 e agendar a sua avaliação.

 

Cumprimentos.