Afinal o que é a doença de Parkinson?


Quando ouvimos falar em doença de Parkinson há uma tendência para pensar em tremores. Há também
quem pergunte se é a doença dos tremores ou dos esquecimentos, pela confusão que ainda permanece entre a doença de Parkinson e a doença de Alzheimer.

Na realidade, os tremores não são o único sintoma da doença de Parkinson (DP), existindo mais sintomas associados. Esta doença apresenta-se de forma diferente de pessoa para pessoa e nem todas elas apresentam tremores, contudo, este será um dos sintomas mais frequentes.

Esta é a segunda doença neuro degenerativa mais comum nos idosos afeta 1 em cada 100 pessoas na casa dos 60 anos. No entanto, esta pode ser diagnosticada com 40 anos ou menos, sendo nestes casos referenciada como Parkinson Juvenil (Parkinson juvenil o que é).

Prinovhelp em movimento

A DP ocorre devido à depleção (morte), de células da substância nigra, que é a zona do cérebro responsável
pela produção de dopamina, um neurotransmissor envolvido no controlo dos movimentos, assim como,
na aprendizagem, atenção, cognição, memória, entre outros. As alterações nestas últimas funções resultam
em sintomas não motores (sintomas não motores). O facto de a dopamina atuar no controlo dos
movimentos, faz com que a sua falta se manifeste em sintomas motores (sintomas motores), estando entre
os mais frequentes, o tremor, a rigidez, a instabilidade postural e a bradicinesia.

Nas últimas décadas, a DP tem sido amplamente investigada, sem que a sua causa (causa para a dp) tenha
sido ainda descoberta. Neste momento, a hipótese mais consensual é a de que a causa da DP não será
única, mas sim multifatorial, reunindo fatores genéticos e vários fatores tóxicos ambientais.

Ainda não existe uma cura para a doença de Parkinson, mas é possível recorrer a tratamentos que são
eficazes (link para tratamentos) e comprovados cientificamente na atenuação dos sintomas e na melhoria da
qualidade de vida daqueles que têm o diagnóstico. Neste aspecto, o essencial para o sucesso no combate a
esta doença é o tratamento precoce e especializado (porquê especializado) e imediatamente após o
diagnóstico. Os tratamentos nesta fase inicial têm uma eficácia muito superior, ao invés de nos estágios mais
avançados; recorrer a tratamentos especializados irá traduzir-se também em melhores resultados a longo
prazo.

A quem afecta a doença de Parkinson?


ipsum lorem dolor

Causas para a doença de Parkinson


  • Ambientais
  • Genéticas

Que sintomas apresenta a doença de Parkinson


  • Sintomas motores
  • Sintomas não motores
  • Sintomas pré motores

Como é feito o diagnóstico da doença de Parkinson


  • Existem exames que comprovem a doença de Parkinson

Como é feito o diagnóstico da doença de Parkinson


  • Tratamento farmacológico
  • Tratamento cirúrgico
  • Tratamento de reabilitação

  • Fisioterapia
  • Terapia da fala
  • Psicologia
  • Nutrição

Como evolui a doença de Parkinson (o que esperar)


ipsum lorem dolor sit amen

É possível manter uma vida activa e trabalhar com doença de Parkinson


ipsum lorem dolor sit amen

Condução e doença de Parkinson


ipsum lorem dolor

Onde o podemos ajudar


Temos ao seu dispor um vareado leque de terapias e profissionais que o poderão ajudar nesta viajem.

Gabriela Fonseca | Fisioterapeuta e Responsável de Equipa

Gabriela Fonseca


Temos ao seu dispor um vareado leque de terapias e profissionais que o poderão ajudar nesta viajem.

Gabriela Fonseca | Fisioterapeuta e Responsável de Equipa

Gabriela Fonseca


Temos ao seu dispor um vareado leque de terapias e profissionais que o poderão ajudar nesta viajem.

Gabriela Fonseca | Fisioterapeuta e Responsável de Equipa

Gabriela Fonseca


Temos ao seu dispor um vareado leque de terapias e profissionais que o poderão ajudar nesta viajem.